O Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia/PDIZ foi criado com o objetivo de resolver um dos maiores desafios para o desenvolvimento da região Nordeste, qual seja, a formação de recursos humanos altamente qualificados em nível de Pós-Graduação, com uma visão contextualizada dos problemas regionais e do estudo de modelos próprios de produção pecuária, através da geração de conhecimentos que levem à melhoria dos índices produtivos da região de forma sustentável. Considerando atender esta demanda e numa visão de maximizar a utilização das excelências dos recursos humanos dessa região, assim como otimizar os investimentos em infra-estrutura das instituições foi que, de forma inédita, as Universidades Federais do Ceará (UFC), da Paraíba (UFPB) e Rural de Pernambuco (UFRPE) e as Coordenações dos Programas de Pós-Graduação em Zootecnia, em nível de Mestrado, reuniram-se e apresentaram à CAPES uma Proposta de criação do Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia (PDIZ), o qual foi aprovado em 1999.

O PDIZ iniciou as atividades letivas no ano de 2000, com a Coordenação Geral do Programa sob a responsabilidade da UFRPE. A cada quatro anos, de forma seqüencial, a Coordenação do PDIZ vem sendo transferida para uma das Universidades, de forma que todas participem administrativamente da condução do Programa, num sistema rotativo. Esse sistema concorre para um melhor entendimento do processo gerencial e das especificidades de funcionamento de um programa integrado, além de contribuir para um melhor compartilhamento das tomadas de decisão no que tange às melhorias administrativas e acadêmicas.

O PDIZ conta com três Áreas de Concentração (Produção animal, Nutrição animal e Forragicultura) e diversas Linhas de Pesquisa (Manejo e desempenho produtivo e reprodutivo animal, Avaliação da qualidade de produtos de origem animal, Sistemas de produção animal, Conservação de recursos genéticos, Avaliação genético-quantitativa de rebanhos, Exigências Nutricionais para Ruminantes e Não-Ruminantes, Avaliação de Alimentos, Sistemas de Alimentação, Avaliação e Manejo de Plantas Forrageiras, Produção e Conservação de Plantas Forrageiras, Produção e Melhoramento Animal, Abelhas e Polinização, Avaliação de Alimentos Alternativos e Aditivos Dietéticos). As linhas de pesquisa foram definidas com base em exaustivas discussões promovidas em oficinas de trabalho com a participação de todo o corpo docente das três unidades.

Possui as seguintes áreas de concentração:

Produção Animal (até 2016)
Nutrição Animal (até 2016)
Forragicultura (até 2016)
Zootecnia (2017 em diante)